Alimentos perigosos para cachorros

Quem resiste àquele olhar de “me dá um pedacinho?”

 

Mas não pode, assim como as crianças, um pouco hoje, outro pouco amanhã e no final, ele fica condicionado a fazer manha, latir e chorar para que você ceda aos pedidos e desejos dele. E se você já tem este costume, a partir de hoje aprenda a dizer NÃO ao seu amigo peludo, pois pode causar sérios problemas para a saúde dele.

São vários os alimentos e guloseimas que julgamos serem inofensivos para os cães, mas alguns, de tão perigosos, podem levar à morte.

Vejam algumas delícias não indicadas

 

 

Sim leite, também queijos, iogurte, e todos os laticínios, tudo isso pode causar náuseas, dores abdominais e diarreias, pois alguns animais apresentam certa intolerância à lactose, porque o organismo deles não possui quantidade suficiente de lactase, enzima essencial para digestão do leite e seus derivados (sorvete incluso, hein!). Então administre com cautela a ingestão desse alimento para seu amigo.

 

Há no mercado uma grande variedade de produtos. Eles foram especialmente formulados e testados para atender as espécies animais sem por em risco sua saúde. 

Leite e seus derivados

 

 

O cão precisa de rotina para se alimentar, de 2 a 3 vezes por dia, sempre no mesmo horário. Se ele não comer tudo, é porque não está com fome e, na próxima refeição, com certeza limpará o prato, é importante que tenha disciplina.

Se deixar o pote sempre cheio de ração, poderá levá-lo à obesidade e receber visitas indesejáveis como passarinhos, ou pior, ratos, baratas, credo!

Pote de Ração sempre cheio
Snacks

 

 

Se possível evite ou apenas para um agradinho ou recompensa. 

Alguns desses alimentos contém corantes, conservantes, muuuitas calorias, sódio, açúcar e até cafeína que, além de causar cáries e problemas estomacais, poderão alterar o comportamento do seu cão, hiperatividade é uma das consequências. Não é à toa que o Scooby via tantos fantasmas.

 

Verifique opções e chequem as informações nos rótulos. Optem por produtos naturais e sem corantes químicos. Na dúvida consulte o Veterinário.

Ossos

 

 

Tão normal dar um osso para um cãozinho né?

Pois é, mas também não pode.

Há o perigo de não mastigarem tudo completamente, principalmente os ossos de galinha que liberam pedaços ponteagudos e acabarem por perfurar seu estômago, esôfago, intestino ou mesmo machucar seus dentes, língua e gengivas. Ossos de couro (tipo nozinho) podem sufocar ou até mesmo grudar na parede do estômago. Enfim, a melhor opção é não dar nada que não seja recomendado pelo Médico Veterinário.

 

Lembre-se que há outras forma de distração inofensivas.

 

 

Há controvércias sobre este tema.  Apesar dos cães terem o trato intestinal preparado para digerir proteínas da carne, sua domesticação e a ingestão de alimentos industrializados exige muitos cuidados e a necessiade de um período de adaptção a esse tipo de alimento. Os filhotes ou animais com idade mais avançada são muito mais sensíveis e sujeitos a doenças por ingestão de proteínas da carne crua. O ideal é deixar a carne bem cozida, para evitar contaminação por bactérias, protozoários e verminoses. O risco da presença desses microfofos na carne crua é grande. 

Carne Crua
Chocolate

 

 

Tão adorado por nós humanos, o cacau que é a matéria prima para produção do chocolate, contém "Teobromina", uma substância parecida com a Cafeína, quanto mais escuro for o chocolate, mais perigoso. Essa substância estimula o sistema nervoso e aumenta a pressão sanguínea e os batimentos cardíacos. "Em cachorros, o alimento mesmo em pequenas porções, pode causar vômitos, diarréias, sede excessiva, taquicardia, parada cardíaca ou uma convulsão".

Um fator agravante é que o paladar do cachorro gosta (e muito) do sabor doce.

 

Comer sozinho seu chocolate é bem melhor

 

 

Castanha da Pará, Nozes, Avelãs e Noz Macadâmia podem fazer parte das nossas ceias e não raramente causar algum interesse nos cães mais curiosos ou gulosos.A maioria dessas castanhas pode levar simplesmente a vômitos e/ou diarreia, pois são mais gordurosas, mas a Noz Macadâmia pode sim intoxicar o seu cão.

Dentro de 12 horas a partir da ingestão, seu cachorro perderá a habilidade de se manter em pé ou andar. Ele pode parecer deprimido ou assustado, com tremores musculares, vômito, fraqueza, batimentos acelerados e febre. Esses sintomas geralmente somem dentro de 48 horas, mas podem levar a um choque sério e, às vezes, fatal. Se o seu cachorro comer chocolate com macadâmia, isso pode levar à falência dos rins.

Noz Macadâmia
Uvas (e Passas)

 

 

A ingestão de uvas e passas podem causar sérios danos à saúde do cão, podendo levar à óbito. As uvas contém uma toxina que pode causar uma lesão hepática séria e insuficiência renal aguda irreversíveis. Apenas 07(sete) uvas podem intoxicar um Pet. Uva não combina com cachorro, fechado?

Ainda não foi descoberto qual é a substância que provoca esses danos, mas o sistema urinário dos cães não consegue filtrar as toxinas de seu corpo. Pode levar horas para que ele mostre sinais de desconforto, os sintomas são: vômitos, diarreia e desidratação.

Mantenha-os longe desse tipo de alimento, evite dar panetones e qualquer outra coisa que tenha uma.

Também é importante conscientizar os membros da família e os amigos sobre esse perigo. 

Alho e Cebola

 

 

Tá certo que é bem improvável que alguém dê esse tipo de alimento, ou que o cachorro queira, afinal se é um gosto forte para nós, imagina pra eles.

Mas fique sabendo que não pode!

O alho e a cebola têm, respectivamente, dissulfeto de alipropila e alicina. Nos cães essas substâncias oxidam as células vermelhas do sangue e levam à destruição da hemoglobina. "A hemoglobina dos cães se oxida mais facilmente do que a dos humanos, causando anemia, além de intoxicação, vômitos, fraqueza, falta de ar e de apetite se consumir comidas temperadas com alho e cebola.

 

 

Com certeza seu cão não rejeitará e no caso da comidinha do gato, ela não lhe fará nada bem.

“Os produtos alimentícios feitos para gatos têm altos níveis de proteínas e gordura em sua composição, o que pode causar uma sobrecarga no sistema digestivo dos cães”

Os cachorros que comem ração de gato também tendem a ganhar peso rapidamente e, se a oferta for exagerada, o animal pode ficar obeso e aumentar suas chances de ter doenças como diabete e problemas cardiovasculares.

Então fique atento, caso tenha em sua casa um bichano também.

 

Alimentos para Gatos

 

 

Achamos super normal dar uma lasquinha para o totó, mas um dia, depois outro e quando vemos além do problema da obesidade, está sofrendo de pancreatite. Essa é uma questão extremamente delicada, pois os sintomas de pancreatite em cães podem ser facilmente confundidos com outras doenças, fazendo com que esse mal acabe por passar despercebido até que o caso se torne grave. Com o pâncreas sem funcionar direito, pode causar problemas na digestão e na absorção de nutrientes, entre outros problemas.

Para resumir, nunca ofereça bacon aos cães e no caso de ingestão acidental, em especial se ocorrer em grande quantidade, procure imediatamente a ajuda de um veterinário.

Bacon

 

 

Cuidado com seu jantar japonês, você aí mandando vê, e o lindinho te olhando com aquela carinha linda e olhar pidão de "me dá um sashimi?"

Tudo bem, de vez em quando, mas não pode virar hábito e fazer dele seu parceiro.

O consumo regular, mesmo sem os acompanhamentos e condimentos que devem ser excluídos do agradinho, pode causar a deficiência de Tiamina (Vitamina B1), que leva à perda de apetite, convulsões e até à morte.

Peixe Cru

 

 

O risco está na asfixia do animal (principalmente se for pequeno) e também no alto teor de sal, manteiga e corantes presentes na pipoca, que não são adequados aos cães.

Se mesmo assim quiser dar, estoure sem nenhum desses aditivos saborosos e coloridos citados, somente para raças de médio e grande porte. Seguindo essas regras, a pipoca é uma ótima recompensa quando o cãozinho fizer algo certo.

Pipoca
Doces

 

 

Doces são piores para os cães do que para os humanos. Possuem xilitol, substância responsável pelo aumento de insulina no organismo e no cão pode levar à insuficiência hepática. Sem falar nas cáries e obesidade.

 

 

A maioria das entidades internacionais de proteção animal consideram o abacate um alimento potencialmente tóxico para o consumo canino. Essa fruta é uma das mais perigosas para nossos amigos. O grande vilão é a substância Persin, altamente tóxica e letal para cães. Além do excesso de gordura e açúcar, que podem causar diarréia e sobrepeso, essa toxina solúvel em óleo, ingerida em grande quantidade, pode provocar inflamação das glândulas mamárias e até insuficiência cardíaca.

Evite qualquer tipo de contato com esse alimento, inclusive folhas e caroço.

 

Abacate
Frutas com Sementes

 

 

Muito cuidado com as frutas, as sementes e talos podem ser muito perigosos, algumas causam problemas sérios como as da maçã, pêras, ameixas, damascos e pêssegos. As sementes dessas frutas possuem glicosídeos cianogenicos, ou seja, cianureto, causando convulsões, problemas respiratórios, tonturas, choque e até mesmo coma. Mas vale ressaltar que muitas frutas, incluindo a maçã, são excelentes para dieta do seu animal.

A melancia é excelente, os cachorros costumam adorar melancia e bem geladinha. Ótima para refrescar e hidratar o organismo. De baixa caloria, 90% de água e 20% de vitaminas, além de potássio.

Como qualquer outra, deve-se retirar as sementes que são prejudiciais, por isso, consulte sempre seu veterinário.

 

 

 

Claro, sabemos que você não faria uma coisa dessa, mas existe a possibilidade de num churrasco em família ou com amigos, o seu cãozinho ficar prá lá e prá cá, e dar umas lambidinhas na bebida que cai no chão. isso pode causar problemas de coordenação motora (né?), respiração, vômito, diarreia, alteração no sistema nervoso, pâncreas, rins e fígado. Quanto menor for o cão, pior o efeito, mas independentemente do porte, amiguinho ou amigão, haverá consequências desagradáveis e seu momento de lazer poderá terminar numa clínica veterinária. Portanto fique de olho bem abertos ou mantenha-o afstado da área e em lugar seguro.

Bebidas Alcoólicas

Este conteúdo tem caráter meramente informativo. Em nenhuma hipótese ou circunstância substitui a orientação de um Médico Veterinário, especialmente no caso de distúrbios de causas alimentares, intoxicação, ou qualquer outra patologia relacionada à ingestão de alimentos ou outros produtos. Sempre que seu animal de estimação apresentar sinais ou houver a percepão de qualquer sintoma atípico, leve-o imediatamente ao Médico Veterinário de confiança. Lembre-se, quanto mais cedo for observado o problema e diagnosticado por um profissional reconhecidamente capacitado, maiores serão as chances de solução do problema e obter a cura.

Produtos Educativos

A amizade é reforçada pelos momentos, mesmo aqueles curtos, quando o amigo está próximo.

Produtos para Passeio

Quais são os cuidados que o proprietário deve ter para uma condução segura do seu cão?

Cuidados de saúde

Descubra como identificar certos problemas com seu amigo e como pode previní-los ou tratá-los.

Transporte Veicular

A legislação de trânsito exige o uso de acessórios adequados para o transporte do seu cão.

Todos os preços e condições são válidos apenas para compras no site, não se aplicando

 às Lojas Físicas e prevalecendo aos demais anunciados em outros sites de buscas.

Estrada Municipal Pedro Moscoso, 2222 | Guararema-SP | (11) 9990.11532
atendimento de segunda à sexta: 09h às 17h

  • Facebook Social Icon
  • Google+ Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Pinterest Social Icon
  • Instagram Social Icon

© 2016 por Animaland - Todos direitos reservados